George Henrique e Rodrigo – Mercado os considera Bruno e Marrone do futuro, será que estão certos?

George Henrique e Rodrigo – Mercado os considera Bruno e Marrone do futuro, será que estão certos?

#compartilhe Share on Facebook6.2kTweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0

Construir uma carreira sem pressa pode parecer estranho nos dias atuais do nosso sertanejo, e na velocidade que tudo muda na música é uma boa ou não projeção de sucesso??? Podemos definir assim a carreira de George Henrique e Rodrigo no cenário da nossa música sertaneja atual.

Os irmãos George Henrique e Rodrigo surgiram no cenário nacional no ano de 2011 com o Cd/Dvd Esquenta Pra Balada gravado em um posto de gasolina, o que na época era mais do que inusitado já que todos os projetos eram gravados com milhares de pessoas nos shows muitas vezes até com os portões abertos para reunir o máximo de pessoas juntos e mostrar a grandeza de um projeto.

Logo no primeiro trabalho da dupla uma participação especial de renome respeitado na música sertaneja, a dupla Bruno e Marrone que também são os padrinhos de George Henrique e Rodrigo, ambos no mesmo escritório comercial, a Worldshow.
Mas a grande característica dos irmãos goianos é que tanto George Henrique quanto Rodrigo podem cantar em primeira voz, muitas vezes até invertendo as posições de primeira e segunda voz e o que chama muito a atenção é os tons altos que George Henrique consegue atingir cantando, e que muitas vezes contrasta de frente com Bruno nos shows, já que o padrinho está o tempo todo nos projetos da dupla e a cada música gravada temos a nítida sensação de um duelo de vozes entre George Henrique e Bruno, como se eles nos mostrassem toda vez que a gente gosta de ver quem extrai mais do outro cantando.

Mas não só a forma de cantar de George Henrique e Rodrigo é o que chama a atenção do mercado sertanejo e muitos outros itens entram no case dos irmãos goianos. Um desses exemplos é a seleção de repertório que a dupla monta em seus projetos com músicas que caem no gosto do público naturalmente, sem grandes investimentos e que falem do cotidiano das pessoas, muitas vezes indo para um lado romântico e em tantas outras a linguagem falando de tudo que um sertanejo gosta.

A dupla já teve inúmeras participações em seus projetos ou também participaram dos projetos próprios dos próprios artistas, aceitando convites e cantando junto com Jorge e Mateus, Bruno e Marrone, Henrique e Juliano, Zé Neto e Cristiano que são artistas do atual cenário que preocupam-se em cantar o cotidiano romântico, mostrando que até as parcerias feitas por George Henrique e Rodrigo são pensadas numa linha de trabalho dos irmãos.
A cada ano eles destacam-se por manterem-se numa linha de conforto dentro do sertanejo, sem o chamado efeito gangorra, ora estando lá encima e depois lá embaixo, fazendo com que o lado comercial da dupla em venda de shows mantenha-se sempre numa linha de valor de cachê sem grandes surpresas para um contratante, mantendo uma média constante.

A exposição da dupla ainda não atingiu o ponto alto dentro do segmento, porém a cada ano ela cresce um pouco mais conforme o público começa a fixar a marca George Henrique e Rodrigo pelo seu trabalho.

O próprio mercado sertanejo refere-se a George Henrique e Rodrigo como ” O Bruno e Marrone do futuro “, e esse termo é mais do que uma honra para os irmãos goianos, já que eles são assumidamente fãs de Bruno e Marrone e não escondem que os padrinhos são mais do que exemplo para eles.

A forma de trabalho realmente lembram muito o início de Bruno e Marrone no cenário nacional até que uma certa época o público mesmo definiu a dupla como uma das maiores do nosso país, sem precisar forçar nada e só reconhecendo o talento tanto de Bruno quanto de Marrone. E quem ganhará com isso lá no futuro é o próprio público, já que se apenas uma dupla Bruno e Marrone já seria bom, imagina duas duplas assim ??? A música agradece.

George Henrique e Rodrigo conseguem fazer várias etapas dentro do projeto da dupla ter um crescimento proporcional ao crescimento da dupla no cenário da música. Todos sabemos da atenção dada aos fã-clubes que começam a se formar pelo país todo e que os irmãos conseguem dar atenção o tempo todo para aqueles que seguem seus trabalhos.

O mais bacana da dupla é ver que o ego de “artista” não é o que eles carregam na carreira e tratam tudo com enorme simplicidade, com aquela postura realmente de sonharem ser reconhecidos pelo bom trabalho e suas qualidades, e não para o que a exposição do entretenimento hoje em dia obriga.

Então ouvir George Henrique e Rodrigo é sinal de qualidade vocal, bom gosto e harmonia na parte musical e também a simplicidade das pessoas George e Rodrigo, o que acaba nos dando a certeza que “Artista bom é aquele que sabe fazer arte” e não aquele que precisa de tudo na carreira, menos o cuidado com a sua própria música, que é o seu maior bem.

Texto: Mauricio Ferigato

 

Acompanhem uma das nossas entrevistas com a dupla e que mostra o quanto a simplicidade deles fica em evidência:

4 comments

  • Cada palavra cai como um abraço que diz “continuem meus amigos , vocês estão no caminho certo!” ! Agradeço imensamente, a Deus a oportunidade de cantar para quem gosta de ouvir, e público de qualidade, posso dizer, temos de sobra! Um beijo em cada um de vcs, um feliz ano novo de muita paz saúde e amor! Obrigado!!!

    Reply
  • Lindo dmaaais! Parabéns pela matéria Maurício, sem dúvida eles merecem muito tanto carinho e admiração!! Sucesso meus amoores!!

    Reply
  • Eles são o máximo tanto qto ao talento como a simplicidade e carinho q trata cada fã.
    Tive o prazer e o privilégio d ir a um show deles á um mês atrás e não me arrependo pelo contrário sai mais apaixonada e encantada por essa dupla extraordinária.
    Merecida reportagem q Deus abençoe cada vez mais George Henrique e Rodrigo 👏😍😘

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *