Projeto Cabaré – Chegou o momento do FIM (e como ficam Leonardo e Eduardo Costa)

Projeto Cabaré – Chegou o momento do FIM (e como ficam Leonardo e Eduardo Costa)

#compartilhe Share on Facebook6Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0

O Projeto Cabaré está chegando ao fim !!! Essa notícia vai deixar muita gente triste mas é necessária a fase de mudanças nas carreiras de Leonardo e Eduardo Costa e a dupla cumpriu com sucesso essa etapa.
Por mais que os fãs tenham adorado os dois cantores no palco chegando a torcer por uma união definitiva e a formação de uma nova dupla, a verdade é que o projeto revolucionou o mercado sertanejo com o “Cabaré” e “Cabaré Night Club” criando uma nova solução para shows em tempo de crise no mundo do entretenimento.

Quando gravaram o projeto em 2014 via-se que aquilo era realmente revolucionário para aquele momento da música sertaneja. E quando batizaram de Cabaré foi por uma sugestão de sua gravadora para que o nome ficasse meio elitizado e comercial, já que Leonardo e Eduardo Costa queriam batizar de “Zona”, “Puteiro” ou algo do tipo.

” Cabaré (do francês cabaret) é um local destinado a shows com música, bebida e dança. Eram estabelecimentos muito populares na  França da Belle Époque, quando se constituíam na forma preferida de entretenimento das camadas sociais mais abastadas, com diversos tipos de apresentações artísticas, inclusive como a ópera “.

Mas os amigos sertanejos resolveram aprofundar suas amizades e prepararam clássicos que fizeram sucessos nas décadas de 80 e 90 nas vozes de Waldick Soriano, Reginaldo Rossi, João Mineiro e Marciano, Amado Batista, Trio Parada Dura, Fagner, Chico Rey e Paraná e de muitas expressivas duplas ou artistas do cancioneiro popular brasileiro e que ganharam nova roupagem e interpretações impecáveis de Leonardo e Eduardo Costa, com um gostoso clima brega no novo CD e DVD.

O Cabaré reuniu dois dos maiores nomes da música brejeira chorando as dores de cotovelo ao lado de belas dançarinas vestidas a caráter, criando um verdadeiro Moulin Rouge com modão sertanejo. O espetáculo marcou a concretização de um sonho dos dois artistas e a química entre eles é notória seja nas piadas que intercalam muitas das canções (dando um clima também de stand up comedy) que era até muitas vezes o ponto alto do show e que gerava notícia o tempo todo dos cantores, ou na maneira em que as vozes de ambos se encaixavam, o que nos mostrou que eles realmente completavam-se e não seria loucura imaginar Leonardo e Eduardo Costa oficialmente dupla.

O projeto foi sucesso em vendas de shows, de valor arrecadado em cada evento e a popularidade dos artistas ganhou considerável crescente na nossa música e deu certo, de muito certo inclusive de muitas vezes ter sido comparado ao Especial AMIGOS sucesso dos anos 90.

Mas como tudo na nossa vida, até na música todo projeto tem prazo de validade e o Cabaré que antes era sucesso nesse ano de 2017 resistiu bravamente as mudanças da nossa economia e período difícil do nosso país, então se um projeto não dá mais lucro financeiro e começa apenas a custear as despesas é chegada a hora de finalizar por cima, o que realmente grandes projetos fazem para eternizar em qualquer área comercial e ser reconhecida como a grandiosidade do projeto foi afinal.

Mas e agora como ficam Leonardo e Eduardo Costa ??? Como será a nova fase solo dos cantores ??? Podemos é claro chegar a uma definição simples ao dizer que os dois ganharam em muito no cenário nacional e saem muito maiores do que eram ao entrar no projeto.

Eduardo Costa é quem mais ganhou com isso, conseguiu cravar seu nome de vez para a história da música sertaneja, irá voltar a fazer shows com agenda e uma média de 15 a 23 shows por mês e com valor de cachê alto no show business sertanejo e continuará levando grande público aos seus shows.

Hoje o cantor sertanejo está com o DVD “Na Fazenda” que coloca Eduardo novamente como em início de carreira, fazendo voz e violão, formato acústico e cantando sucessos da nossa música, e o projeto continua sensacional trazendo realmente ao que há de melhor na nossa música sertaneja, fazendo com que seu projeto seja um outro tipo de mini Cabaré, ele canta o que gosta e tem mais prazer fazendo isso do que compondo e procurando novas composições (é isso que acaba nos passando).

Leonardo, ahhhhh o Leonardo é ídolo, o Leonardo é mito, o Leonardo é ícone. Resumindo ídolo é ídolo, tem que ser respeitado por tal batismo. E ídolos chegam em um certo estágio da vida que só precisa estar ali em figura humana para a gente apreciar, para a gente curtir a presença da pessoa e dizer um dia “Eu conheci o Leonardo”. Então se você espera um Leonardo repaginado na carreira e correndo atrás de uma extensa agenda de shows assim como os artistas mais novos, ele não precisa.
O Leonardo não irá abandonar os palcos, porque é ali que ele tem prazer de estar com seu público, é aquela adrenalina que ele precisa pra sorrir e nós não poderemos nunca esquecer de aplaudir e admirar o rapaz que saiu de uma plantação de tomate e conquistou um país todo, e ele é tão grande que ele se mistura em muitos gêneros musicais, não é só sertanejo, afinal ele é MITO.

Eu não sei se a gente comemora a oportunidade de ganharmos dois sensacionais artistas solo ou se acabo ficando triste por não ver uma dupla ter nascido com tudo que envolva Leonardo e Eduardo Costa.

E vou finalizar dizendo uma coisa: “O Cabaré mudou a nossa forma de enxergar a música sertaneja graças a vocês, ícones da nossa tradição musical que resgataram o orgulho de dizer sou sertanejo. Obrigado por tudo Leonardo e Eduardo Costa”.

Texto: Mauricio Ferigato

*Para finalizar deixo aqui o link de uma das entrevistas que fiz com Leonardo e Eduardo Costa no Cabaré, e estive em três momentos nesses anos gravando com eles, porém por alguma intervenção divina as outras duas entrevistas deu problema no equipamento e perdemos todo o conteúdo, mas fico feliz de ter meu momento registrado para meu público nessa oportunidade e os momentos bons das outras duas matérias perdidas guardo na memória.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *